Suspeito de aliciar crianças pela internet é preso na Grande Curitiba Sem avaliações ainda.

O Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber) prendeu um homem, de 46 anos, suspeito de aliciar uma criança de 11 anos por meio de uma rede social da internet. A prisão aconteceu em decorrência de um mandado de prisão preventiva, cumprido na tarde de quinta-feira (03/05), em Campo Largo – em uma gráfica, onde o suspeito trabalhava.

As investigações tiveram início assim que a mãe da vítima registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) no Nuciber, relatando a situação. Conforme o relato, o homem estava em contato com a garota há 15 dias e enviava fotos íntimas de si mesmo, entre outras imagens e vídeos de teor pornográfico envolvendo crianças e adolescentes – com o intuito de induzir que a menina também lhe enviasse fotos.

Segundo informações policiais, o suspeito mantinha diversos perfis falsos na internet, os quais passava-se por crianças para conversar com meninas, geralmente menores de 11 anos. Durante essas conversas ele enviava diversas imagens e mensagens de cunho sexual.

No decorrer das investigações, a equipe constatou que já havia um B.O contra o homem, registrado no ano de 2017, em Campo Largo, pelo crime de estupro de vulnerável que havia vitimado duas meninas.

As diligências irão prosseguir, pois há suspeitas de que o homem esteja envolvido em diversos outros crimes envolvendo crianças e adolescentes.

O suspeito foi indiciado pro aliciar, assediar, instigar ou constranger crianças, por qualquer meio de comunicação, a fim de praticar atos libidinosos – crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente. No momento encontra-se detido à disposição da Justiça.

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário
Escreva seu nome aqui