Em quatro meses, Curitiba teve 65 ruas asfaltadas Sem avaliações ainda.

Em quatro meses, a Prefeitura já garantiu a renovação do pavimento em 65 ruas de Curitiba em diferentes regiões da cidade. Nesta quarta-feira (9/5), o prefeito Rafael Greca e o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, Eduardo Pimentel, vistoriaram o andamento das obras no cruzamento da Rua Eduardo Carlos Pereira com a Rua Wenceslau Braz, no Novo Mundo.

No local as equipes contratadas pela Prefeitura trabalham no recapeamento da via. A revitalização da Eduardo Carlos Pereira está sendo feita entre as ruas João Cubas e Maranhão, nos bairros Novo Mundo e Portão. Pela Rua Eduardo Carlos Pereira passam diariamente 46,9 mil veículos.

“Esta rua tem 1.330 metros de fresagem e asfalto. Ela vai se somar com a obra já realizada na Rua Irmãs Paulinas e na Avenida Brasília, que formam a via rápida. A ideia é chegar a quatro quilômetros de asfalto com mais uma rua, a Francisco Raitani, todas incorporando na rápida do Portão”, disse o prefeito Rafael Greca.

“Essa malha nova refeita vai dar qualidade à circulação de quem vai e volta entre a Vila Guaíra e o Portão, entre Pinheirinho e Portão e o Centro da cidade. A cidade vai ficando melhor”, afirmou o prefeito.

Acompanharam o prefeito e o vice-prefeito os vereadores Colpani e Tico Kuzma e os administradores regionais do Portão, Gerson Gunha, e do Pinheirinho, João do Suco.

Recursos financeiros

Na Rua Imãs Paulinas, o trabalho foi feito numa extensão de 450 metros entre a Rua Catarina Scotti e a Avenida Brasília, no Novo Mundo. Na Avenida Brasília, via por onde trafegam 49,6 mil veículos diariamente, o trabalho é entre as ruas Irmãs Paulinas e a João Cubas, ao longo de 470 metros.

Na Francisco Raitani, que fica na divisa entre os bairros Capão Raso e Pinheirinho, serão renovados 1.780 metros. Somadas as quatro ruas (incluindo a Eduardo Carlos Pereira), serão aplicados R$ 2,3 milhões, recursos do tesouro municipal.

Sem buracos

Taxista profissional há 27 anos, Vanderlei Vitorino Rossa, que trabalha no ponto em frente ao Terminal Capão Raso e ao Shopping Popular reparou nas intervenções que a Prefeitura tem feito. “Para mim, a melhor foi a João Bonat, aqui perto. Foi a primeira vez que fizeram. Essas melhorias ajudam na manutenção do veículo. E as senhorinhas que a gente leva também gostam. Elas sentem nas costas quando a rua está pior”, disse Rossa.

O colega dele, o taxista Arquimedes da Rocha Pombo, diz que as melhorias são boas para a cidade. Ele aproveita para fazer uma recomendação aos demais motoristas. “Depois do asfalto leva uns dias para fazer a pintura. É importante que todos tenham mais cuidado no trânsito”, observou. A sinalização das ruas será programada pela Superintendência de Trânsito quando terminarem os serviços de pavimentação.

O dono da oficina de motos Angus Moto Center, na Avenida Brasília, Gustavo Artigas, acredita que a rua bem pavimentada é um ponto a favor dos empreendedores. “Se a loja é arrumada, mas o asfalto feio, isso compromete a imagem da empresa”, afirmou.

O gerente do Posto Novo Mundo, José Wilinski, diz que muitos vizinhos comentam do incômodo das equipes trabalhando na movimentada Rua Eduardo Carlos Pereira. “Mas quando tem que fazer não tem outro jeito. Vai ficar bom depois”, definiu.

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário
Escreva seu nome aqui