Qual a maior preocupação dos pais para com os filhos nos dias atuais??? Sem avaliações ainda.

Olá nobríssimos e honorários companheiros que nos acompanham neste bocado de tempo aqui com esta nossa, a qual chamamos de abençoada participação. O assunto que trazemos à baila nesta oportunidade acredito que se não é deveria ser a maior preocupação não só dos pais, geradores de filhos, como também das autoridades que governam o planeta, bem como da própria sociedade e da mídia sensacionalista, que é cuidar dos nossos jovens, sim das nossas crianças. Contudo, tenho quase que a certeza de que um grande percentual da população mundialmente falando tem inúmeras outras preocupações, para só depois pensar nestas que são o futuro da humanidade!!!

E para tratarmos deste que vem sendo um dos maiores problemas entre os nossos jovens e que também acaba se tornando um grande martírio para os pais, a maldita droga, temos a imensurável honra de podermos contar nesta edição do jornal A SEMANA, como nosso convidado especial e entrevistado em nossa matéria principal de capa, o Especialista Claudio Lana, que vem desenvolvendo um trabalho abençoadíssimo na cura dos vícios. Eu gostaria de todo o meu coração que, principalmente você que como eu não aprecia muito a leitura, mas que nesta oportunidade viesse a meditar na entrevista de Lana, bem como levar um exemplar para que o seu vizinho também venha de encontro e conheça este trabalho magnífico que já recolocou muitas vidas e lares brasileiros novamente em seus devidos trilhos!!!

Em quase todas as vezes que nos colocamos diante de um aparelho receptor para assistir a um telejornal, quase que a totalidade do programa é para acompanhar lares e mais lares brasileiros que vem sendo destruído de forma assustadora devido ao consumo de drogas. E para enfatizar quero lhes dizer que o uso de drogas na adolescência é um assunto que preocupa famílias, educadores e profissionais da saúde nos principais países do planeta. Aliás, o interesse de pesquisadores por esse assunto tem aumentado muito nas últimas décadas. Vários estudos indicam que crianças e adolescentes estão iniciando cada vez mais cedo o uso destas substâncias. E este alerta vai principalmente para você que tem sob sua custódia um desses pequeninos seres chamados de crianças e adolescentes, pois alguns dos fatores fortemente associados ao uso de drogas por eles são a facilidade de obtenção e o consumo de drogas pelos amigos. Na adolescência, a necessidade de fazer parte de um grupo assume grande importância, pois ajuda na afirmação da própria identidade, aumenta as opções de lazer e reduz a solidão. Cuidado, pois já existe um velho e bom ditado que diz: diga-me com quem andas que eu direi quem tu és!!!

Inclusive, hoje mais do que nunca a preocupação em relação a geração de um filho deveria ser levada muito mais a sério do que vem sendo. E isto porque nos dias atuais não há necessidade de a criança sair de casa para estar correndo risco de se contaminar com as imundices que o mundo oferece. A maioria das famílias proporcionam aos filhos algum aparelho eletrônico que mantenha a criança ou adolescente entretido para que os pais tenham tempo para seus afazeres, quando não também estarem vidrados em seus aparelhos de telefone, conectados as tais redes sociais. Mas é exatamente através destes malditos aparelhos que surgem os maiores problemas. Sim, a conexão podre que o mundo tem para oferecer, inclusive através de programas de televisão, como é o caso da rede esgoto de televisão, que sai na frente em tudo, dizendo que tudo é normal no mundo atual!!!

E nos chamados países de primeiro mundo, não sendo o caso do nosso querido, desossado porem ainda muito amado Brasil Varonil, como por exemplo na terra do Tio San, os Estados Unidos, a preocupação é grande até mesmo no controle de natalidade, para que crianças não sejam geradas pelo simples prazer sexual e quando nascem serem jogadas em latões de lixo. Pois bem! Neste contexto quero lhes mostrar uma pesquisa que é anualmente feita onde há preocupação no desenvolver das crianças daquele País, pesquisa esta que, inclusive, me chamou a atenção por não ser a droga a maior preocupação dos entrevistados e sim a obesidade. O que não é o caso da nação Tupiniquim o surrado povo brasileiro!!!

Observem vocês nobríssimos de que enquanto centenas de milhares de pessoas no entorno do planeta morrem de fome, nos Estados Unidos a obesidade infantil é a maior preocupação, seguida de bullying, aí sim aparecendo drogas e segurança na internet. São esses os quesitos que lideram a pesquisa num universo de 10 itens. Embora estando longe dos EUA, e tendo uma educação/vivências diferentes na Europa é interessante constatar que as preocupações dos pais americanos são muitos coincidentes com as preocupações dos pais portugueses, sendo por exemplo o bullying, as drogas e a segurança na internet as preocupações que mais têm crescido nos últimos anos. Aliado a isso, e cada vez mais também, os pais se preocupam em proporcionar uma alimentação saudável e correta aos seus filhos, evitando assim a obesidade infantil e todos os problemas inerentes a ela!!!

Vejam comigo o posicionamento também dos demais itens relacionados nesta pesquisa que todos os anos vem sendo feita e pouco tem mudado na sequência do resultado. Entre os 10 itens pesquisados como já mencionamos em primeiro ficou obesidade infantil, que já preocupava em pesquisas anteriores, seguida por bullying, drogas e segurança na internet, como já dissemosNa sequência vieram abuso sexual, sexting (prática de risco que consiste em compartilhar eletronicamente material sexualmente explícito), fumar e uso de tabaco, violência na escola, gravidez na adolescência e, para finalizar, na rabeira, aparece o Stress.

Despeço-me repetindo a pergunta do início desta proza: E no Brasil qual a maior preocupação dos pais para com os filhos??? Um forte abraço e viva O Senhor Jesus!!!

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -