Eduardo Baptista diz que faltou pegada para o Coritiba após empate frustrante contra lanterna Sem avaliações ainda.

O jogo era diante do lanterna e o passo para entrar no G-4 da Série B parecia bem próximo, mas na noite do último sábado, ‘deu ruim’ para o Coritiba. O Coxa empatou com o Boa Esporte, em Varginha por 1 a 1 e teve que adiar o plano de figurar entre os quatro melhores da competição. O técnico Eduardo Baptista se irritou com o primeiro tempo da equipe, em que foi dominada pelo adversário e reconheceu que o Coxa não teve o espírito de Série B, o qual exige pegada forte a cada jogo.

“No intervalo tentamos abordá-los, de se ter uma leitura da Série B. Não é todo jogo que taticamente vai conseguir encaixar, que tecnicamente vamos estar bem. Mas todo jogo temos que ter uma pegada forte, uma aproximação. Entramos um pouco moroso nesse sentido. No segundo tempo conversamos, aproximamos. Mas houve a luta e a entrega. A gente busca esse encaixe, as entradas deram uma segurança e um pouco mais de tranquilidade”, avaliou o treinador, que no final, valorizou o ponto somado.  “(O placar) em um primeiro momento é ruim, viemos buscar a vitória, mas pelas circunstâncias do jogo o empate foi um ponto importante. Não podemos desprezar esse ponto. Falamos que não teria outro resultado, mas com o desenho do jogo, foi importante e vai nos ajudar no final da competição”, emendou o treinador.

Primeiro gol

Apesar do resultado frustrante, ao menos um jogador teve motivo para comemorar. O atacante Bruno Moraes fez seu primeiro gol no novo clube após passar seis jogos em branco. “Demorou, sou o atacante e vou ser cobrado por não fazer, mas eu pude fazer o meu hoje (sábado) espero poder ajudar mais para sairmos com a vitória””, destacou.

O camisa 89 chegou ao Coxa no início de abril e comemorou o fim do jejum. Aos 11 minutos do primeiro tempo, Yan Sasse cruzou da direita, Guilherme Parede desviou e Bruno aproveitou o corte errado da defesa do Boa para empurrar para as redes.

Estreia

Alisson Farias chegou ao Coritiba na última semana e ficou à disposição da comissão técnica para fazer sua estreia. E no intervalo da partida, o treinador Eduardo Baptista promoveu a entrada do meia atacante no lugar de Guilherme Parede.

O atleta falou sobre a sua estreia. “Ainda falta um pouco de ritmo. Durante a semana é pegar o ritmo e tentar os três pontos dentro de casa”, apontou na saída de campo.

Retorno

Outra novidade foi o garoto Geovane. Após se recuperar de uma séria lesão no joelho, o jogador voltou aos campos no empate com o Boa Esporte. Ele entrou ainda no primeiro tempo, nos minutos finais, na vaga de Thalisson Kelven.

O treinador alviverde falou dos dois atletas, Alisson Farias e Thalisson Kelven. “Achei que o Alisson participou bastante, conseguiu jogar, serviu uma bola, ele conseguiu escanteios, chegava no fundo. Participativo, tem qualidade, segurou na frente. E destaco também a entrada do Geovane, que deu conta do recado”, apontou.

O Coxa volta a campo na próxima sexta-feira, no Couto Pereira para enfrentar o Vila Nova.

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva seu comentário
Escreva seu nome aqui