Reportagem do portal A Semana sobre cura de vícios tem forte repercussão na internet 2.5/5 (2)

A entrevista com Claudio Lana sobre o tratamento para cura dos vícios publicada com destaque de capa na edição 533 do jornal A Semana teve forte repercussão na internet e entre os leitores da versão impressa. A postagem referente à manchete “O vício tem cura? Ele afirma que sim” foi a notícia mais lida do dia, com centenas de compartilhamentos, milhares de visualizações, além de dezenas de comentários.

Na entrevista, Claudio Lana que passou três anos em São Paulo realizando o tratamento para cura dos vícios, e apresentando o programa de TV “A mente de um viciado “ e que agora está em Curitiba garante conhecer a causa desse mal e diz ter o método que assegura uma cura definitiva.

Em um dos trechos da reportagem, Claudio Lana relata que quando afirma que o vício tem cura, não é por ter lido sobre o assunto ou ter ouvido comentários a respeito e sim por ter sido curado. “Faço porque estou curado e tenho através desse tratamento milhares de outras pessoas curadas dos vícios. A diferença já começa na afirmação, enquanto todos os tratamentos afirmam que vício não tem cura nós garantimos que tem!

Ele assegura que a raiz do vício não está no organismo e sim na mente do viciado. “Não é uma doença física e sim espiritual”.

A repercussão da entrevista foi imediata e positiva no portal.  Confira abaixo alguns comentários e testemunhos de quem se libertou desse mal depois do tratamento.

Mário Cezar Rodrigues – Colombo

Eu também fui viciado durante 13 anos. Cigarro, cocaína, bebidas e prostituição e hoje estou livre liberto sem vontade sem recaídas. São 10 meses limpo e hoje posso afirmar que vício tem cura!!

 

 

 

 

 

Eliane Bonfim – Curitiba

 

Eu posso garantir que vício tem cura sim! Participei do tratamento e fui curada do alcoolismo e tabagismo. Sofria há mais de 30 anos e faz três anos que estou curada! Tenho vida social normal, e mais, não fiquei internada e não paguei nada.

 

 

 

 

Deusa Almeida – Curitiba

Como “conhecia” o mundo espiritual, achava que levaria o vício para depois da morte, pois não tinha nenhuma esperança de cura (até porque havia procurado os espíritos para me ajudar a parar e eles não conseguiram fazer nada – talvez não fosse interessante para eles a minha cura).
Quando descobri que havia solução para a minha situação, agarrei o tratamento e em pouco tempo fui totalmente curada de vícios que tinha ha mais de 20 anos. Hoje, há mais de 12 anos livre sou a prova viva de que Vício Tem Cura.

 

 

 

Aline Silva Calizário – Curitiba

Sofri durante 12 anos com meu esposo viciado. Tivemos muitas perdas por conta dos vícios que ele tinha, principalmente a moral. Toda a nossa família sofreu, fui muito criticada por insistir que teria jeito para ele, pois ele era desacreditado pela própria família e por todos. Mas através deste projeto eu descobri que para ele havia jeito e o principal havia cura. E fazem 9 meses que ele está curado, sem vontade alguma. Não pagamos nada, ele não precisou de internação alguma, simplesmente seguiu as orientações dadas no tratamento. E toda a nossa vida mudou!

 

 

 

Sérgio Silva (Piraquara)

 

Eu era uma pessoa que tinha vários vícios e que quando usava um deles que era o whisky eu ficava violento e até minha esposa na época eu tentei agredir, pois tinha um prazer em sair à noite, mas graças a esse trabalho hoje tenho nojo dessas substâncias e estou livre de tudo isso.

 

 

 

 

Zenaide Zanoni

 

 

 

 

Vício tem cura, sofria de: tabagismo, álcool (vinho) e fazem 20 anos que estou livre desses vícios. Hoje me encontro feliz e em paz, durmo bem. Sofria de arritmia cardíaca devido ao tabagismo e hoje estou livre deste sintoma após a entrega total a Deus.

 

 

Quitéria R. da Silva

Eu afirmo vício tem cura. Comecei a fumar desde os 15 anos e foi assim até os 37 anos, em que fumava duas até três carteiras de cigarro por dia. Estava ficando com problema de saúde não conseguia parar, mas através do tratamento da cura dos vícios consegui parar. Hoje sou liberta, meu marido também era alcoólatra e também hoje é liberto dos vícios. Através do tratamento dos vícios estamos livre desse espírito imundo.

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -