Este não é o Brasil que eu quero para viver!!!

Olá nobríssimos deste punhado de semanas, acompanhe comigo e me diga se não é verdade o assunto que trago à baila nesta que chamo de abençoada participação. Ligo a TV é desgraça, é reclamação. Saio pra rua para trabalhar são pessoas reclamando do Delegado, do Prefeito, do Posto de Saúde. Isto quando não estão se digladiando no trânsito com buzinadas, fechadas e outras coicitas mais. Vou ao restaurante é o dono do estabelecimento reclamando dos preços abusivos praticados pelos fornecedores, o vizinho de mesa reclamando que a comida está pouca pelo preço cobrado. Até o torcedor da seleção que dizia que o Brasil seria campeão já está dizendo que o time é uma “M”.  A situação está realmente difícil. E o mais lamentável de tudo isso é ir à igreja e ouvir o vizinho de poltrona falando mal do pregador!!!

Realmente não conheço o Brasil em que vivo! Gente, eu estou tentando auxiliar a solucionar os problemas para tentarmos diminuir o inferno de reclamações que estamos vivendo, me ajudem! Os telejornais não assisto mais. Nas ruas vivemos em uma constante guerra campal entre a polícia e o crime organizado e o surrado povo tupiniquim ainda tem coragem de ficar falando das constantes guerras no Oriente.

Quanto às reclamações em relação às más administrações públicas do “Oiapoque ao Chuí”, estamos dando um novo norte ao nosso trabalho, tentando mostrar ao mundo que o que nos resta tão somente é buscarmos a nossa salvação e, com isso, descansarmos um pouco em relação à corrupção, más administrações e outras balburdias mais. E digo mais: vá reclamar da situação do seu bairro, cidade, estado e país ao seu candidato, pois votam no salafrário e depois vem pedir ajuda aos veículos de comunicação para pedir justiça. Faça-me o favor! Por que é que votou? Ou porque é que vendeu o seu voto? Agora aguenta! Rasgue seu título se não souber votar!

É sabido que em nosso querido Brasil varonil não temos educação, saúde e segurança. Isto todo o universo tem testemunhado, menos os políticos que só pensam no bem próprio, comprando todo o resto com o dinheiro roubado dos cofres públicos. O pior de tudo isso é que de dois em dois anos temos eleições para algumas esferas, oportunidades em que podemos mudar pelo menos um pouco a situação que nos encontramos, mas o “Zé Povo sem cultura” prefere trocar seu precioso voto por uma esmola qualquer e deixar o barco a deriva da forma que se encontra.

 Quando falamos em barco a deriva falamos da nossa rica nação que constantemente é desossada para fins próprios e guiada para uma direção que interessa a poucos. A coisa está tão nojenta que não se pode nem mesmo tirar algum tempinho para o lazer, pois se vamos ao restaurante a reclamação é unânime no assunto que colocamos hoje em pauta. Agora lhe pergunto: será que o povo desaprendeu que a vida é feita da forma que a traçamos?

Falou há dois mil anos atrás o Nosso Rei e Salvador Jesus de que no final dos tempos o amor de muitos se esfriaria. E é exatamente o que está acontecendo, não se fala mais em amor, mas tão somente em atrocidades. Se o assunto é restaurante o papo é preços abusivos, pouca comida por um fardo de dinheiro. E em se tratando de futebol, tanto no estádio na hora de jogo ou na mesa do restaurante o norte do assunto é o mesmo: reclamação. E diante disso tudo lhe pergunto nobre e precioso leitor: você tem feito algo para mudar seu cotidiano e tentar ajudar o vizinho e por que não o mundo? Pois é, o que o povo tem feito é olhado para o próprio umbigo e falado mal do restante. O vizinho que se dane, que morra!!!

“Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?”, disse também Jesus e ficou registrado em Marcos 8:36. Sim, pois hoje do acordar ao adormecer o ser vivente deste planeta em que vivemos – os chamados humanos – tem seu foco em cifras e, em meio à luta constante para se ganhar o sustento, o pouco tempo que sobra é para reclamação. E o mais repugnante de tudo isso é que além de a maioria ter votado a favor do que tem acontecido, sai da porta pra fora ou entra nas redes sociais para reclamar e falar mal. O povinho sem CPF!!!

Torno a lhe perguntar: por que votou? Por que vai ao restaurante que a comida é cara pelo pouco que lhe servem? Por que continua comprando pacote de ingressos do seu time sabendo que o presidente não fará uma equipe para disputar o título, mas sim somente para tentar se manter na série que se encontra? Por que é que liga no canal do BBB se na sequência irá acessar as redes sociais para falar mal? Faça-me o favor de tentar ajudar o planeta se quiser continuar sem úlcera ou gastrite por mais alguns anos!!!

Estou apenas tentando ajudar, estou fazendo a minha parte. Para que me conheça um pouco melhor, sou radical em relação a tais atitudes. Quando acho que não dá pra mim salto fora do barco e continuo nadando do meu jeito. Nos últimos anos da minha vida mudei várias coisas que achei que estavam me levando ao caminho oposto da mínima coerência. Mudei drasticamente em vários setores da minha vida e lhe garanto que agora vivo muito melhor. Nos átrios de Deus!!!

A minha primeira atitude foi abandonar a religião e passar a tentar viver nos preceitos do Autor da Vida. Li a Bíblia e encontrei o verdadeiro significado da minha estada aqui neste mundo. Entendi que Deus é a razão da minha existência e passei então a tentar fazer aquilo que Ele me pede. E vejam no que deu: deixei de votar naquele que não resolve o meu problema, eliminando um motivo de reclamação, pois se eu não votei em corrupto por que é que vou reclamar das balburdias que acontecem no município, estado ou país que vivo? E não vou mais reclamar por vocês.

 Abandonei o time que torcia, onde até fiz parte da maior torcida organizada do sul do Brasil, pois o presidente só faz time pra ele, então por que é que vou ajudar a pagá-lo? Hoje torço pra Juventus de Turim, “Juve lá Vecchia Signora”!!!

 E, principalmente, aboli da minha vida o maior problema do surrado povo brasileiro “a rede esgoto de televisão”. Ah, e quanto ao tal BBB, não sei o que é, pois nunca perdi o meu tempo vendo um bando de idiotas presos em uma casa sendo assistidos por uma nação inteira. Avaliem o que é: um bando de alienados assistindo e sustentando através de ligações o tal reality show que nada mais é do que um confinamento de um grupo de abobados. Aliás, nem sei quem é mais amatutado se quem está lá dentro ou quem está fora assistindo e sustentando!!!

Façam-me o favor! Desliguem tudo e parem de reclamar! Leiam a Bíblia e bradem comigo viva O Senhor Jesus!!!

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -