Autoridades do Irã rechaçam oferta de reunião feita por Trump

Por Estadão Conteúdo
Autoridades do Irã descartaram a possibilidade de uma reunião com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, um dia após o americano dizer que aceitaria um encontro com o presidente iraniano, Hassan Rouhani. As declarações são uma mostra da pouca margem de manobra de Rouhani, após Trump retirar seu país do acordo nuclear internacional com Teerã.

Vice-presidente do Parlamento iraniano, Ali Motahari disse que, após os EUA se retirarem do acordo, uma reunião poderia ser interpretada como um sinal de fraqueza. “Por ora, não é apropriado falar com os EUA”, comentou.

Diretor da comissão de segurança nacional e política externa do Irã, Heshmatollah Falahatpisheh sustentou que, enquanto os americanos mantiverem uma atitude “de força, não haverá negociações”. Segundo essa autoridade, seria produtivo ter um canal de comunicações com os EUA. Mas Falahatpisheh acrescentou que as ameaças americanas não dão espaço para uma aproximação diplomática, neste momento. Fonte: Dow Jones Newswires.

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -