Vice está entre Janaína, príncipe e deputado mineiro, diz Bolsonaro

Por Marcelo Osakabe, Estadão Conteúdo

Após participar do programa Roda Viva, da TV Cultura, o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, disse a jornalistas que a escolha do vice em sua chapa se afunilou entre os nomes da advogada Janaína Paschoal, do príncipe Luiz Philippe de Orleans e Bragança e do deputado federal Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG).

O presidenciável, no entanto, não escondeu sua preferência pela advogada, coautora do pedido de impeachment de Dilma Rousseff. “É o plano A. Conversei hoje pela segunda vez com Janaína e tem tudo para dar certo”, afirmou Bolsonaro, na noite desta segunda-feira, 30.

Segundo o candidato, questões familiares de Janaína ainda impedem o fechamento de um acordo. Ele espera uma resposta até domingo, dia 5.

Caso a advogada não aceite o convite, Bolsonaro disse que o príncipe Luiz Philippe deverá integrar sua chapa. Álvaro Antônio seria a terceira opção, para o caso de uma nova recusa.

A busca por um vice tem movimentado a campanha bolsonarista desde a recusa do senador Magno Malta (PR-ES), que preferiu tentar a reeleição. Outros sete nomes chegaram a ser cogitados, entre eles o do astronauta Marcos Pontes, o do presidente licenciado do PSL, Luciano Bivar, e de dois generais da reserva

Bolsonaro, no entanto, minimizou a questão. “Eu sou o único candidato com três vices. Além do oficial, tem o Magno, que pediu pra eu ir à convenção dele, e também o (general Augusto) Heleno. Eles estão engajados em minha campanha”, disse. Heleno é filiado ao PRP, mas o partido recusou a aliança e vetou sua participação na chapa.

No Roda Viva, Bolsonaro estava acompanhado de Janaína, de Luiz Philippe e do general Heleno.

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -