Na volta do recesso, só oito dos 513 deputados marcam presença na Câmara

Por Camila Turtelli, Estadão Conteúdo

Apenas oito dos 513 deputados federais marcaram presença na Câmara até às 11h30 desta quarta-feira, 1º na volta do recesso. Dos que compareceram à Casa, somente um participou desde o início do único evento agendado no dia. O deputado Flavinho (PSC-SP), que tem eleitorado na região do Vale do Paraíba, em São Paulo, onde fica a sede da Embraer, presidiu reunião convocada por ele para debater a situação da empresa.

O parlamentar criticou a ausência dos colegas. “Eles estão mais preocupados com as eleições”, lamentou. A deputada Jô Moraes (PCdoB-MG) também compareceu ao evento, após seu início. O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), está no Rio de Janeiro, sem compromissos oficiais, e só deve retornar a Brasília na quinta-feira, 2.

Dois convidados compareceram, o economista Paulo Kliass e o diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, Herbert Claros da Silva. O presidente da Embraer, Paulo César de Souza e Silva, foi convidado, mas não compareceu.

Até a conclusão dos trabalhos deste ano, os deputados ainda têm questões importantes para discutir, como a votação do cadastro positivo e a situação do deputado Paulo Maluf (PP-SP).

O presidente da casa, Rodrigo Maia, agendou para o dia 7 de agosto uma reunião da Mesa Diretora para tratar sobre a cassação do deputado, que teve sua prisão decretada em dezembro do ano passado e hoje cumpre prisão domiciliar.

Maluf foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a uma pena de 7 anos, 9 meses e 10 dias pelo crime de lavagem de dinheiro desviado durante a sua gestão como prefeito de São Paulo.

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -