Reconstrução de distrito destruído por barragem da Samarco começa nesta quinta

Por Paulo Roberto Netto, Estadão Conteúdo

As obras de reconstrução do distrito de Bento Rodrigues, em Mariana (MG), destruído pelo rompimento da barragem da Samarco em novembro de 2015, foram iniciadas nesta quinta-feira, 2. A prefeitura da cidade concedeu à Fundação Renova na quarta, 1º, o último alvará necessário para os trabalhos, que podem ser concluídos em 2020.

Segundo a gerente de reassentamento da Fundação Renova, Patricia Lois, as equipes fazem a retirada de árvores e devem iniciar os trabalhos de terraplanagem na próxima segunda-feira, 6. As obras de infraestrutura vão começar nas próximas semanas em paralelo com as construções das residências aprovadas pelos moradores. “A previsão é que em torno de 90 a 120 dias após o início das obras a gente já poderia construir as casas, mas isso depende da vontade do morador de dar entrada com o projeto na Prefeitura”, disse.

Em acordo firmado entre a Fundação Renova e os moradores de Bento Rodrigues sob supervisão do Ministério Público, cada família é responsável pelo projeto arquitetônico de sua futura residência e a apresentação desse documento à prefeitura para obter alvarás de construção. Se os projetos forem aprovados e licenciados nos próximos meses, a previsão inicial é que as primeiras casas ficarão prontas em 2019. Até o momento, levantamento da Renova indica que cerca de 60 projetos arquitetônicos já começaram a ser elaborados pelos moradores.

“A gente estima de nove a dez meses para a construção de cada casa”, disse Patrícia. No entanto, os prazos podem variar para mais ou para menos de acordo com a complexidade de cada projeto. “Não há padrões: as casas serão personalizadas, cada uma tem sua característica.” A Fundação Renova, criada pela Samarco para cuidar da recuperação dos danos provocados pelo rompimento da barragem, afirmou que fornece arquitetos e os auxílios necessários aos moradores no processo de aprovação das residências.

O cronograma inicial da Fundação estima que a entrega de todo o distrito pode ocorrer em 2020. Todas as casas serão entregues de uma só vez, a pedido dos moradores.

Lavoura

O novo Bento Rodrigues será erguido no terreno da Lavoura, região a oito quilômetros de Mariana e do antigo distrito. A área foi a mais votada pelos moradores entre as opções levadas pela Fundação Renova em 2016. O projeto urbanístico do distrito foi apresentado e aprovado pelos moradores em fevereiro deste ano. Segundo a Renova, as famílias poderão visitar as obras e os futuros lotes nas próximas semanas.

O alvará de construção do novo Bento Rodrigues foi emitido pela Secretaria Municipal de Obras de Mariana na quarta-feira, 1°, após aval positivo da Secretaria de Estado de Cidades e Integração Regional. No mês passado, o governo de Minas concedeu o licenciamento ambiental para as obras de reassentamento.

Segundo o secretário de Obras de Mariana, Fábio Vieira, a pasta flexibilizou a liberação do documento para garantir a aprovação do projeto de terraplanagem e o desenvolvimento das ações de infraestrutura em paralelo, acelerando em até seis meses o cronograma das obras.

“Aprovamos o projeto de terraplanagem e, com ele definido, a Renova pode iniciar os projetos complementares de infraestrutura para adiantar”, diz Vieira. “Estamos preocupados em reassentar esses moradores.” A pasta vai acompanhar as obras e fará uma vistoria ao fim de cada projeto.

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -