Governo adia início de cobrança de pedágio na rodovia SP-333

www.asemananews.com.br
Foto: Reprodução/TV TEM
Por José Maria Tomazela/Estadão Conteúdo

A Secretaria de Logística e Transportes do Estado de São Paulo adiou para o dia 15 de outubro o início da cobrança de pedágio em quatro praças da Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP-333), na região de Marília, no centro-oeste do Estado. A concessionária Entrevias, que assumiu a concessão da rodovia, havia sido autorizada a iniciar a cobrança nesta quinta-feira, 20, conforme despacho da secretaria, publicado no Diário Oficial do Estado. Uma nova publicação, no entanto, prorrogou por 25 dias o período sem cobrança.

O despacho não faz menção aos motivos, mas o Estado apurou que o adiamento foi motivado pela falta de divulgação prévia, aos usuários da rodovia, dos valores a serem cobrados.

A SP-333 faz parte do lote de rodovias do centro-oeste paulista sob concessão da concessionária Entrevias. A empresa informou ter cumprido todas as exigências previstas no contrato de concessão e que se encontra pronta para operar os pedágios. As tarifas já foram definidas.

Confira o valor dos pedágios:

No pedágio de Pongaí, instalado no km 234, motocicletas pagam R$ 3,80, automóveis e utilitários R$ 7,50, veículos com semirreboque R$ 11,30 e veículos com reboque, R$ 15.

Já na praça de Marília, no km 315, o valor será de R$ 3,60 para motos, R$ 7,30 para automóveis e utilitários, R$ 10,90 para semirreboque e R$ 14,50 para veículos com reboque.

No pedágio de Echaporã (km 354), motos pagam R$ 2,70, automóveis e utilitários, R$ 5,30, semirreboque, R$ 8, e veículos com reboque, R$ 10,70.

Em Florínea (km 447), os valores são de R$ 3,90 para motos, R$ 7,90 para automóveis e utilitários, R$ 11,80 para semirreboques e R$ 15,70 para veículos com reboque.

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -