Obra ou serviços de jardinagem em casa? Saiba como descartar resíduos

Os resíduos de limpeza de jardim e podas de árvore dentro dos domicílios e madeira de móveis inservíveis, a quantidade pode chegar a mil litros ou 10 carrinhos de mão. Foto: Valdecir Galor/SMCS

A pouco mais de dois meses para o Natal e as festas de final de ano, muita gente aproveita para fazer pequenas reformas em casa e já começa a deixar o jardim em ordem para receber as visitas. Os resíduos gerados por estes serviços devem ter o destino correto e a Prefeitura de Curitiba faz o recolhimento deles sob demanda, por meio de solicitação via Central 156.

No caso dos restos de construção civil, as chamadas caliças, a quantidade limite de recolhimento é de até 500 litros – ou o equivalente a cinco carrinhos de mão. É preciso fazer a solicitação por telefone ou via internet e anotar o protocolo de atendimento, assim que depositar o resíduo na calçada na frente da residência.

O mesmo procedimento deve ser seguido quando se tratam dos resíduos de limpeza de jardim e podas de árvore dentro dos domicílios e madeira de móveis inservíveis. A quantidade pode chegar a mil litros ou 10 carrinhos de mão.

Destino correto

O gerente de coleta do Departamento de Limpeza Pública da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, Luiz Celso Coelho da Silva, explica que o município recolhe e dá a destinação correta a estes materiais. “Os restos de construção são levados a um aterro e os resíduos vegetais, desde que estejam sem contaminação, são transformados em biomassa para ser utilizada na produção de energia”, conta.

O despejo irregular de qualquer destes materiais constitui crime ambiental e, se for flagrado, o infrator poderá ser multado. O material, em especial o entulho de construção, pode contaminar a água dos rios e destruir a vegetação do entorno.

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -