Piloto reserva da Mercedes quebra recorde não oficial na Hungria e lidera testes

Foto: Divulgação/George Russell

Por Estadão Conteúdo

O piloto reserva da Mercedes, George Russell, fez o melhor tempo nesta quarta-feira em bateria de testes das equipes da Fórmula 1 no circuito de Hungaroring, em Budapeste, na Hungria. O britânico de 20 anos cravou 1min15s575 na melhor das 116 voltas dele, recorde não oficial do autódromo, apenas 74 milésimos mais rápido do que a melhor marca do finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, nesta atividade de pista.

Enquanto Raikkonen alcançou o tempo de 1min15s649 após 131 voltas, o britânico Jake Dennis, da Red Bull, ficou em terceiro lugar, com um tempo 1,4s mais lento do que o do finlandês. Ao contrário de terça-feira, o australiano Daniel Ricciardo, titular da equipe austríaca, não participou do treino desta quarta.

Piloto mais rápido na terça, o italiano Antonio Giovinazzi trocou o carro da Ferrari pela Sauber nesta quarta e desta vez ficou em quarto lugar na bateria de testes ao percorrer a sua melhor volta em 1min17s558. Em quinto terminou o russo Nikita Mazepin, da Force India, limitado a apenas 50 giros na pista húngara por causa de dois problemas mecânicos em seu carro.

Pela Williams, uma das atrações do treino desta quarta foi a presença de Robert Kubica, que ficou em sexto lugar. Com pneus ultramacios, enquanto os pilotos com melhor tempo usaram hipermacios, o polonês foi 2,9s mais lento do que Russell e 21 centésimos mais rápido do que o britânico Lando Norris, da McLaren.

Estreante em testes nesta temporada, o russo Artem Markelov ficou em oitavo lugar na bateria, com a Renault. Na nona posição ficou o piloto indonésio Sean Gelael, da Toro Rosso. O time italiano ainda colocou na pista o francês Pierre Gasly, décimo mais rápido, e o neozelandês Brendon Hartley, o mais lento do dia.

O GP da Hungria foi disputado no último domingo, quando o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, venceu e chegou a 213 pontos na liderança do Mundial de Pilotos. O britânico ampliou a vantagem dele na ponta do campeonato, já que o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, ficou em segundo lugar e foi a 189.

A próxima etapa do Mundial será disputada na Bélgica, do dia 26 de agosto, no circuito de Spa-Francorchamps, palco da 13ª prova de um total de 21 em 2018.

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -