Revolução Tecnológica

O momento é de grandes transformações. Os avanços na absorção de novas tecnologias estão se acelerando em diversas áreas e vão mudar o Brasil rapidamente.

Os entraves à evolução estão perdendo a sua força. O Brasil viveu nos últimos 30 anos um ciclo de atraso tecnológico. Nos últimos dois anos, após o impeachment da ex-presidenta Dilma, esse atraso já diminuiu. A eleição de um novo presidente de direita é um marco. As iniciativas de inovação vão se acelerar. Todo o atraso vai ser recuperado em pouco tempo, e, algumas áreas, passaremos à liderança mundial.

Nos últimos seis meses a Guerra de Trump aumentou a atratividade da agricultura brasileira. Os impostos que os chineses impuseram aos produtos agrícolas norte-americanos levou a uma mudança radical na comercialização da soja no mundo. Os chineses preferem comprar do Brasil do que dos Estados Unidos. Os volumes exportados de soja aumentaram bastante, a rentabilidade melhorou, pois, os preços praticados na América Latina estão, em média, 25% acima dos preços da Bolsa de Chicago. A produção da safra 2018-2019 deve aumentar.

O que ainda não foi percebido são os avanços na absorção de novas tecnologias no setor agrícola brasileiro. Eles têm se acelerado. Dois exemplos marcam essa revolução. O primeiro é a irrigação por gotejamento subterrâneo. A economia no gasto de água é muito grande, chegando em alguns casos a mais de 50%, pois a água com fertilizantes é depositada logo abaixo das raízes no momento mais adequado, evitando a evaporação e o desperdício de fertilizantes. O aumento da produtividade é enorme. Em alguns casos, o incremento chega a ser de seis vezes.

Com essa tecnologia é possível fazer três safras anuais numa mesma área. O que aumenta muito a produtividade das terras brasileiras e, por outro lado, diminui muito a necessidade de desmatamento de novas áreas. Só a recuperação de áreas de pastagens degradadas dará um grande impulso ao aumento da produção de alimentos.

O segundo é a construção de barragens subterrâneas em áreas suscetíveis à seca. É a construção de represas enterradas ao longo dos córregos e vales que secam. A água fica armazenada na terra. A evaporação é reduzida, pois ela não fica em contato com o sol. A produção agrícola é feita em cima dessas terras.

Essa técnica aumenta a capacidade do agricultor suportar os ciclos de seca no Nordeste. É uma tecnologia de baixo custo e de grande impacto social, pois atinge diretamente a parte mais pobre do Brasil. O aumento da qualidade de vida das pessoas mais carentes, que vivem no semiárido brasileiro, é enorme.

Por outro lado, áreas improdutivas durante os longos períodos de seca terão uma produção agrícola estável e integradas ao processo produtivo nacional. O ponto de retorno de investimento nessas novas tecnologias é muito atraente. Com a facilidade da comunicação, através dos novos meios de acesso, a difusão desse conhecimento está se acelerando.

O setor de serviço será totalmente remodelado com as facilidades de comunicação. Um exemplo é o setor bancário. Na China, que tem uma renda per capita semelhante ao Brasil, já é muito comum transações sem dinheiro através dos telefones celulares. Todo o processo de transferência de recursos é digital. Essa tecnologia é usada intensamente nas transações de baixos valores.

No Brasil, o sistema bancário é muito seletivo e caro. Poucas pessoas têm acesso a uma conta bancária e a um cartão de crédito. Com o avanço da tecnologia digital várias empresas de serviços bancários foram criadas nos últimos anos. São empresas que não têm agências, e todo o atendimento é feito de forma digital. Algumas já estão recebendo investimentos chineses.

A abertura à investimentos estrangeiros irá revolucionar o sistema bancário brasileiro e atender a grandes quantidades de pessoas que hoje não são atendidas pelo serviço bancário tradicional.

Esses são meros exemplos de uma revolução tecnológica que já está acontecendo. Logo o Brasil estará envolto numa nuvem de grandes transformações tecnológicas em todos os setores. Algumas já aconteceram no exterior, outras são produtos tecnológicos locais. Tudo vai se somar ao momento de transformação política que está ocorrendo. O Brasil já está mudando.

Deixe sua avaliação

- Anuncie Aqui -